sábado , agosto 18 2018
Inicio / Destaque / Quarta-feira de Cinzas – Lançamento da CF 2018

Quarta-feira de Cinzas – Lançamento da CF 2018

Lançamento oficial da Campanha da Fraternidade 2018

A promoção da cultura da paz e a superação da violência: com este objetivo a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abriu oficialmente na quarta-feira de cinzas, 14/02, a Campanha da Fraternidade (CF) 2018. O tema oficial é “Fraternidade e Superação da Violência” e o lema “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8). O lançamento na Diocese de Jataí aconteceu em todas as paróquias durante a celebração da Quarta-feira de Cinzas.

O tema foi escolhido pela CNBB devido os números alarmantes revelados pelas pesquisas sobre a violência crescente, além da própria sensação de insegurança que vive a população em muitas regiões do país, mostrando-nos a necessidade de reflexão sobre o tema. O estudo mais recente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) traz os dados da violência de 2015, e mostram a necessidade de um maior comprometimento das autoridades políticas e da segurança pública em torno de um pacto contra os homicídios. O próprio relatório afirma que é preciso substituir o discurso vazio e de ações midiáticas que nada resolvem, por ações de coordenação, planejamento e gestão.

O Atlas da Violência 2017, produzido pelo Ipea, indica a necessidade de aprimorar o controle do uso de armas no país, além de revelar o perfil da maior parte das vítimas da violência: homens, jovens, negros e com baixa escolaridade. No entanto, também é alarmante o número de vítimas de outras categorias, como mulheres: em 2015, 4.621 mulheres foram assassinadas no Brasil, o que corresponde a uma taxa de 4,5 mortes para cada 100 mil mulheres. O próprio relatório recorda, no entanto, que este número representa uma pequena ponta do iceberg, já que as mulheres também são vítimas de outras formas de violências (física, psicológica e material) que são motivadas por uma cultura patriarcal e que passam invisíveis aos olhos da sociedade.

“O esquecimento do mandamento do amor e da ética gestam e despertam violência. Os descaminhos, no entanto, podem ser superados com a volta às origens, com a reconciliação e a misericórdia. Somos chamados à superação da violência, pois somos filhos e filhas de Deus”, afirma o secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner. “Este tema escolhido pela CNBB é muito propício para todo o país, de modo especial para a cidade de Rio Verde. Vai trabalhar a violência em todos os níveis, tanto de forma intimista, quando eu me agrido nas minhas relações de fraternidade como em relação à grande violência que nós estamos vendo todos os dias na televisão ou perto de nós. Temos que trabalhar esse tema em nossas comunidades de modo muito intenso, responsável e coerente e a Segurança Pública é um tema muito importante a ser tratado durante a Quaresma. Este é um momento de reflexão, quando entendemos que para a superação da violência é preciso mais amor”, disse Padre Marco Aurélio, coordenador do Distrito Pastoral Leste, durante a celebração de Quarta-feira de Cinzas.

O início da Quaresma e abertura da CF 2018 foi marcado pela participação expressiva dos fiéis. Em todas as paróquias da diocese, as Igrejas ficaram lotadas e os fiéis deixaram claro seu desejo de fazer deste tempo um tempo de verdadeira conversão pessoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *